De acordo com pesquisa realizada pela Quoted Companies Alliance e pela BDO, no Reino Unido, cerca de 79% das empresas consideram que a gestão de reputação corporativa tem uma grande importância, porém, cerca de 26% pouco fazem para o gerenciamento da mesma.

A reputação de um negócio está diretamente ligada a imagem da mesma, ou seja, a forma que a empresa é descrita pelos seus colaboradores e clientes. É um resultado direto das relações estabelecidas pela empresa, que envolvem sentimentos e impressões de uma pessoa sobre a mesma.

Atualmente, muito se fala sobre a gestão de reputação online, onde a empresa acompanha o que é falado, tanto positivamente quanto negativamente através das mídias sociais e redes próprias para isso, como o famoso Reclame Aqui.

Se você quer saber mais sobre a gestão de reputação, continue lendo nosso artigo!

Como fazer a gestão de reputação da minha empresa

De acordo com o Reputation Institute, a reputação pode ser criada através de três diferentes canais, iremos tratar eles de forma mais detalhada abaixo e como cada um pode ser aprimorado.

Experiências diretas

O primeiro canal é o mais óbvio de todos e tem relação com o que sua empresa produz, vende ou os serviços que é oferecido para os clientes. Ou seja, se você oferece algo ruim, não tem como esperar que sua reputação seja boa, não é?

Mas a experiência direta vai além disso, vai da forma você se comunica com seus clientes e busca solucionar os problemas apresentados por eles. Ninguém quer fazer negócio com uma empresa que é conhecida por ser desonesta e tenta enganar seus clientes, por exemplo.

Então, nesse ponto, o que deve sempre ser trabalho é a qualidade do produto ou serviço que você oferece para seu cliente e a forma que você lida com o descontentamento dos mesmos.

A experiência direta é a relação que o seu cliente teve com a sua empresa e o seu serviço ou produto.

Branding

Já falamos aqui no blog sobre a importância do branding para a sua empresa, e claro que é muito importante na gestão de reputação da mesma. Uma empresa deve sempre seguir o seu branding, tentando ao máximo ter uma boa relação com seus colaboradores e com seus clientes.

Mas mais que isso, é necessário que haja uma coerência entre as campanhas de marketing e o branding da sua empresa. Por exemplo, se sua empresa preza pela sustentabilidade, não é legal lançar um produto que seja feito de uma maneira ecologicamente incorreta. A mesma coisa vale para as relações públicas da sua empresa, não faria sentido uma empresa ecologica fazer parceria com uma companhia que tem uma mensagem contrária.

Experiências indiretas

A experiência indireta é muito importante. As pessoas, atualmente, compartilham suas experiências de compras ou aquisição de serviços em geral no Facebook, Instagram, Twitter e você não quer que os outros tenham uma imagem negativa da sua empresa.

Por exemplo, você iria em um restaurante que um amigo próximo falou que é péssimo? Claro que não. E agora de uma maneira mais geral, você compraria um produto de uma empresa que é mal avaliada nas redes sociais? Acredito que não.

De acordo com o Reclame Aqui, mais de 600 mil pessoas pesquisam diariamente as reputações das empresas antes de comprar, contratar ou resolver um problema. É necessário que sua empresa esteja atenta a esse tipo de reclamação, para que possa responder o cliente e tentar solucionar o problema, gerando uma melhor reputação.

A reputação da sua empresa está diretamente ligada a imagem que você passa para seu cliente, seja através de um experiência direta, indireta ou até mesmo através das suas campanhas. Toda empresa tem problemas, mas uma boa empresa se empenha em resolver eles!

Se você gostou do post, não esqueça de compartilhar com seus amigos!

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *